Dicas para parar de roer as unhas

Parar de roer as unhas pode ser um desafio para muita gente. Tanto homens e mulheres podem sofrer com essa “doença” muitas vezes causada por outros fatores como ansiedade, problemas psicológicos, etc.

A verdade é que parar de roer as unhas não é fácil. Mas, felizmente existem algumas dicas que podem te ajudar a se livrar desse vício que tanto baixa a nossa autoestima.

Se após tentar alguma destas dicas e não obter resultado, o importante é procurar ajuda profissional. Pode ser um psicólogo, psiquiatra, psicoterapeuta. Somente um profissional qualificado pode te ajudar a encontrar a origem do problema.

-> Leia: Como evitar doenças nas unhas.

O que fazer para parar de roer as unhas

Como parar de roer as unhas

Por muitos anos eu sofri com esse problema. A ansiedade caminha comigo até hoje, mas pelo menos não tenho mais o hábito de ficar com a mão na boca o tempo todo, o que é excelente. O que eu fiz foi exatamente a primeira dica deste post. Segue:

1 – Mantenha as unhas sempre cortadas e/ou lixadas

Eu passei a cortar as minhas unhas regularmente e isto foi fundamental para parar de roer as unhas. Com as unhas curtas, fica muito mais difícil ficar roendo as unhas. Existem casos de pessoas que mesmo assim ainda conseguem e deixam os dedos cheios de feridas. Se este é o seu caso, tente as outras dicas a seguir.

2 – Faça as unhas sempre que possível

Manter as unhas feitas, com um esmalte bonito, pode te inibir a praticar o ato de roer as unhas. O próprio esmalte aplicado nas unhas já ajuda a evitar este hábito.

3 – Não deixe unhas quebradas

O fato de ter unhas quebradas pode ser um grande gatilho para que você comece a roer as unhas. Sendo assim, ande sempre com uma lixa na bolsa para lixá-las assim que quebrarem.

4 – Descubra o que te faz roer as unhas

Uma vez que você descobre o que te faz roer as unhas, fica mais fácil evitar este hábito. Por isso é muito importante descobrir a causa com ajuda profissional se necessário como mencionamos anteriormente.

5 – Use unhas postiças

As unhas postiças também podem ser aliadas de quem não consegue parar de roer as unhas. Mas lembre-se, elas devem ser aplicadas por um profissional qualificado e requer uma série de cuidados para evitar o aparecimento de fungos ou bactérias.

6 – Faça exercícios físicos

Uma das maiores causas deste hábito de roer unhas é a ansiedade. O exercício físico pode ajudar a amenizar os sintomas da ansiedade. Sem contar que os benefícios que simples 30 minutos de caminhada podem trazer para a saúde são enormes. Você ganha mais disposição, emagrece e muda de vida!

7 – Aplique aloe vera (babosa) nas unhas

A babosa é uma planta fácil de encontrar, barata e que traz vários benefícios não só para os seus cabelos, mas também para as unhas. Ela ajuda a eliminar fungos e bactérias, provoca uma hidratação intensa e fortalece. Aplique diariamente sempre antes de dormir e deixe secar naturalmente.

8 – Pratique um hobby

Mais uma alternativa para ajudar a combater a ansiedade. Descubra um novo hobby, algo que você goste. Quando nossa mente está bem, tudo fica melhor.

Outras dicas para parar de roer as unhas:

  • Fazer uma boa alimentação rica em cálcio e outros minerais e nutrientes;
  • Aplique alguma substância que tenha gosto desagradável nas unhas para não levá-as até a boca;
  • Use base fortalecedora;
  • Faça hidratação nas cutículas e nas unhas;
  • Tenha força de vontade, tente não roer as unhas um dia de cada vez e comemore o seu progresso!
Como parar de roer as unhas

É importante parar de roer as unhas o quanto antes

A questão não é apenas estética. Roer as unhas também traz problemas para a saúde.

Os ferimentos que aparecem se tornam portas de entrada para fungos e bactérias que mais tarde podem virar infecções mais sérias.

Ainda existe a possibilidade de desenvolvimento de problemas intestinais como gastrites e gastroenterites, uma vez que você leva a mão até a boa cheia de bactérias.

Sem mencionar os dentes, que podem sofrer com desgaste e deslocamentos que causam problemas na arcada dentária.

Já conseguiu parar de roer as unhas? O que fez? Compartilhe conosco na área de comentários.

Deixe um comentário